Arquivo

Archive for the ‘Congressos’ Category

PublishNews entrevista CEO da Penguin Random House

5 de outubro de 2013 Deixe um comentário

Nesta semana, todos os olhos estarão voltados para a Feira de Frankfurt e muitos de vocês já estarão por aqui na Alemanha. E depois de falar de Contec Frankfurt, Publishers Launch etc., eu queria recomendar um evento frankfurtiano gratuito e que pode ser assistido de qualquer lugar do mundo: o CEO Panel. Trata-se de um evento tradicional da Feira que sempre entrevista CEOs de grandes empresas do mundo do livro. Mas, desta vez, como o Markus Dohle, CEO da Penguin Random House, aceitou participar, decidiu-se por entrevistar apenas ele. E a exclusividade faz sentido, afinal ele é hoje o homem mais poderoso da indústria do livro no comando do maior grupo editorial do mundo. O evento é organizado e patrocinado por cinco revistas e sites especializados no mercado editorial: Publishers Weekly (EUA), The Bookseller (Inglaterra), buchreport (Alemanha), Livres Hebdo (França) e por nós do PublishNews. Se você estiver na Feira de Frankfurt, compareça e clique no link abaixo para fazer sua inscrição gratuita e garantir seu lugar:

CEO Panel Quarta-feira, 9 de outubro Das 14h30 às 15h30 No “Room Dimension” do Hall 4.2

Se estiver no Brasil, uma das novidades este ano é que o evento será transmitido ao vivo por streaming. Para acompanhar, basta acessar o link abaixo:

CEO PANEL – Streaming | 9h30, horário de Brasília

O PublishNews será representado pela nossa editora Iona Stevens, que fará perguntas sobre os mercados emergentes e especialmente sobre o Brasil a Markus Dohle. Não perca!

Anúncios

Participe da Tarde Digital na FLIC

O que é?
2-Logo FLIC menor
Uma tarde especial na programação da Feira Literária Internacional Cristã com a realização de palestras e bate-papos sobre o livro digital e as mudanças tecnológicas que já estão afetando a indústria editorial cristã. Os palestrantes são profissionais de destaque no mercado editorial digital.

Quando
Quinta-feira, 6 de junho de 2013, das  13h30 às 18h

Onde
Feira Literária Internacional Cristã (FLIC)
Hall Nobre do Palácio de Convenções do Anhembi | Auditório 2
Av. Olavo Fontoura, 1209, São Paulo, SP

Investimento
R$ 39,90 até o dia 4/6
R$ 49,90 no local (se sobrar vagas!!!)

Inscrições
Diretamente no escritório da ASEC pelo e-mail financeiro@editorescristaos.org.br ou pelos telefones (11) 3105–9644 e (11) 5093–8776. Com a Sra. Leila Franco.

Organização: Associação de Editores Cristãos (ASEC) | Curadoria: Publishnews

 

PROGRAMAÇÃO

 
13h30: As tendências que nenhum editor cristão pode ignorar

Carlo Carrenho é especialista em mercado editorial digital. Estudou Editoração na Harvard University.

Carlo Carrenho é especialista em mercado editorial digital. Estudou Editoração na Harvard University.

A indústria editorial vem passando por grandes mudanças que envolvem o surgimento de novas tecnologias, a chegada do livro digital, a democratização da publicação, a existência de um leitor com mais poder e a ruptura dos processos de curadoria editorial e de distribuição. E as tendências geradas por estas mudanças não podem mais ser ignoradas pelos editores cristãos sob pena de ficarem à margem do mercado e apartados de seu público.

Palestrante: Carlo Carrenho

Formado em Economia pela USP, Carlo Carrenho e especializou-se em Editoração no Radcliffe College, na Harvard University. Já possui quase 20 anos de experiência no mercado editorial, tendo passado por editoras cristãs como Mundo Cristão, United Press e Thomas Nelson Brasil. Em 2001, criou o PublishNews, informativo diário com todas as notícias do mercado editorial brasileiro e a lista de livros mais vendidos mais completa do país. Carrenho tem sido um ativo palestrante sobre temas editoriais não apenas no Brasil mas também em eventos internacionais como a Feira de Frankfurt, a Feira de Guadalajara e a Feira de Londres. Atualmente, Carrenho trabalha como consultor editorial com enfoque no mundo digital, coordena o curso Publishing Management da FGV-RJ e dirige o PublishNews.

Twitter: @carrenho | LinkedIn: br.linkedin.com/in/carrenho/pt

 
14h30: Os novos paradigmas de acesso ao conhecimento no contexto da realidade brasileira

Robert Bahiense é responsável pela Nuvem de Livros. Estudo na Columbia University

Robert Bahiense é responsável pela Nuvem de Livros. Estudo na Columbia University

As possibilidades de melhoria do acesso ao conhecimento e à informação que as novas tecnologias permitem são inúmeras. Mas qual seria o modelo mais adequado ao Brasil? É este o tema desta palestra, que enfocará a Nuvem de Livros, um modelo inovador de conteúdo em nuvem e licenciado, aliado a um modelo de preços acessíveis ao consumidor.

Palestrante: Roberto Bahiense

Roberto Bahiense de Castro já dirigiu importantes agências de publicidade e veículos de comunicação. Formou-se em Administração de Marketing pela Fundação João Pinheiro e pós-graduou-se na Columbia University.  Ainda foi presidente da Associação Brasileira de Propaganda (ABP). Atualmente é o Diretor de Relações Institucionais do Grupo Gol, onde também coordena a Biblioteca on-line Nuvem de Livros.

 

[Intervalo]

 
16h00: Soluções digitais na Educação: Bate-papo com Gabriela Dias

Gabriela Dias é consultora em Educação e Edição Digital. Cursou a Yale University

Gabriela Dias é consultora em Educação e Edição Digital. Cursou a Yale University

Editoras didáticas, sistemas de ensino, escolas e start-ups já vem desenvolvendo há alguns anos soluções digitais de educação. Embora, este mercado ainda esteja se iniciando e em uma fase de grande experimentação, já existem modelos e estudos de casos interessantes, além de histórias de sucesso e fracasso que podem ser bons sinalizadores. Neste bate-papo com Carlo Carrenho, a consultora Gabriela Dias vai apresentar um panorama do mercado educacional digital e contar um pouco do que dado certo e errado nesta área. Um dos enfoques da conversa será como editoras de materiais para Escola Dominical e Educação Cristã poderiam utilizar soluções digitais para criar produtos modernos, didáticos e atraentes para seus leitores.

Palestrante: Gabriela Dias

Gabriela Dias é formada em Editoração pela ECA-USP e participou do Yale Publishing Course. Transita desde 1996 entre o papel e o virtual, tendo passado pelas maiores editoras didáticas do país, tais como  Moderna (Santillana), Ática (Abril) e Edições SM. Assina a coluna Cartas do Front no PublishNews, onde observa o mercado educacional no Brasil e no mundo. Atualmente, presta consultoria e realiza projetos nas áreas de educação e edição digital.

Twitter: @gabidias | LinkedIn: br.linkedin.com/in/gabidias

 
17h00: Oportunidades Digitais para Editores Cristãos

Como montar a melhor estratégia digital para sua editora? Quais os primeiros passos? Como fazer a conversão digital? Quais erros devem ser evitados? O que as lojas digitais oferecem hoje para os editores? Estes serão alguns dos temas que serão abordados nesta palestra, com um enfoque natural na Kobo, livraria digital canadense que se associou à Livraria Cultura no Brasil. A própria plataforma Kobo e seu modelo de negócios também serão abordados.

Camila Cabete é Gerente de Relações com Editores da Kobo no Brasil

Camila Cabete é Gerente de Relações com Editores da Kobo no Brasil

Palestrante: Camila Cabete

Camila Cabete  tem formação clássica em História e foi responsável pelo setor editorial de uma editora técnica, a Ciência Moderna, por alguns anos. Entrou de cabeça no mundo digital ao se tornar responsável pelos setores editorial e comercial da primeira livraria digital do Brasil, a Gato Sabido, além de ter sido a responsável pelo pós-venda e suporte às editoras e livrarias da Xeriph, a primeira distribuidora de conteúdo digital do Brasil. Assina a coluna Ensaios Digitais no PublishNews, onde publica novidades e informações sobre o dia-a-dia digital. Atualmente, é a Brazil Senior Publisher Relations Manager da Kobo.

Twitter:  @camilacabete | LinkedIn: br.linkedin.com/pub/camila-cabete/23/698/8b0

 
PS: Após cada palestra, haverá espaço para perguntas e respostas dos participantes.

 

O dia D (de digital) na Bienal de SP

7 de agosto de 2012 9 comentários
Russ Grandinetti

Russ Grandinetti, vice-presidente da Amazon e responsável pelo Kindle é um dos destaques do Dia Digital na Bienal

Esta semana, na sexta-feira, 10 de agosto, terei o privilégio de mediar 6 eventos na 22ª Bienal do Livro de São Paulo. É a primeira vez que participo como mediador no maior evento do livro da minha cidade natal e por isso sou grato ao convite que veio da Câmara Brasileira do Livro por meio do editor Quartim de Moraes, curador do espaço Livros & Cia. A proposta deste espaço é discutir o negócio do livro, as questões da indústria editorial e outros aspectos mais ligados ao mercado. A programação montada por Quartim é a melhor que já vi em bienais e merece o apoio e presença de todos. E é justamente por isso que o PublishNews está apoiando oficialmente esta programação. Mas quero aproveitar este espaço para falar dos 6 eventos que vou mediar no dia 10 de agosto, todos centrados na questão digital.

O dia começa cedo, com uma palestra de Andrew Lowinger, CEO do Copia Interactive, logo às 11h da manhã. O norte-americano vai falar sobre a plataforma Copia que já está operacional no Brasil em uma parceria com a Submarino. Juntos, Copia e Submarino esão por trás do portal Submarino Digital Club. O principal diferencial da plataforma do Copia é seu forte enfoque na importância das mídias sociais e em seu modelo de negócios que procura se associar com as empresas tradicionais do setor e não substituí-las. Troquei alguns e-mails com o Andrew nos últimos dias e ele adiantou um pouco do teor de sua palestra, intitulada “A Revolução Digital: como aproveitar suas vantagens e evitar seus riscos”.

Andrew Lowinger

Para Andrew Lowinger, CEO do Copia Interative, “o perigo está em ficar apenas dizendo para onde a revolução digital está indo ao invés de refletir sobre ela”

“A revolução digital é de ruptura e assustadora, especialmente para aqueles que tem um interesse claro no status quo, mas o que virá no futuro é de fato evolucionário e previsível”, explicou. “O perigo está em ficar apenas dizendo para onde a revolução digital está indo ao invés de refletir sobre ela”, continuou. Andrew ainda promete apresentar de forma clara “o que a indústria tem de fazer para se manter brasileira”.

Vale lembrar que cada uma destas palestras vai durar cerca de 1h30, com trinta minutos de palestra, seguidos de 15 minutos de bate-papo com o mediador, este que vos escreve, e mais meia hora pelo menos de perguntas do público.

Depois de uma pausa para almoço (e uma sobremesa no carrinho de doces portugueses), é hora de voltar às 13h30 para a apresentação de nada mais que Russ Grandinetti. Russ é vice-presidente da Amazon e responde por todas as operações ligadas ao Kindle. Acima dele, só os deuses de Seattle, ou melhor, Jeff Bezos. Russ está na Amazon desde 1998 e acompanhou todo o processo de criação e produção do Kindle. Em sua palestra intitulada “A Amazon e o Novo Normal” ele pretende contar a história que mudou o mercado editorial. Enquanto todos no Brasil olham para o futuro da Amazon no País, Russ deve falar também sobre este passado fascinante.

Marie Pellen

Marie Pellen apresenta uma plataforma freemium para a distribuição de conteúdo acadêmico

Após o Mr. Kindle deixar o palco, será a vez de Marcílio Pousada, CEO da Livraria Saraiva, contar, a partir das 15h, o que a empresa brasileira tem feito na área digital. O título de sua palestra é “A Saraiva e as soluções digitais para o mercado brasileiro”, e o executivo da empresa que mais compra e vende livros no Brasil vai contar um pouco do pioneirismo da empresa na comercialização de eBooks e de como a plataforma da Saraiva – que permite a leitura em tablets, celulares, desktops – vem sendo desenvolvida. O comércio eletrônico dos livros digitais também deve fazer parte de sua fala.

Depois de duas palestras bastante focadas no mundo dos negócios, será a hora de dar um respiro para ouvir a francesa Marie Pellen falar sobre “OpenEdition: uma solução Freemium para a publicação acadêmica de ciências humanas”. Pellen é coordenadora para língua portuguesa do programa conhecido como OpenEdition Freemium, uma plataforma que traz um modelo econômico inovador com base no acesso livre para publicações científicas.

Jesse Potash

Jesse Potash, CEO da Pubslush, preparou uma verdadeira aula sobre as empresas que surfam na ruptura digital do mercado editorial

Resumidamente, a plataforma trabalha com um modelo de licenças para distribuição de conteúdo acadêmico. Em tempos de Netflix, sua apresentação, marcada para as 16h30, tem tudo para contribuir, e muito, para a discussão dos novos modelos de remuneração para a comercialização de conteúdo.

E por falar em novos modelos, Jesse Potash, criador da editora Pubslush, está preparando uma bela aula para ser apresentada às 18h do próximo dia 10. Potash vai falar sobre “A revolução digital e os novos modelos de negócio”, e preparou uma lista de empresas startups que estão trazendo rupturas para o mercado editorial. Entre as empresas que ele pretende discutir estão a própria Pubslush, a BookBaby, a BookEspresso, a Goodreads, a espanhola 24symbols, a Valobox e, ufa!, a WriterCube. Cada uma destas empresas, na visão de Potash, é responsável por um tipo de ruptura na cadeia editorial.

Tive a oportunidade de discutir o conteúdo da apresentação com Jesse por Skype e fiquei fascinado com o formato que ele vai dar para a apresentação, especialmente porque resolveu expandir o horizonte da palestra para empresas que não sua Pubslush, editora que promove a publicação de autores independentes por meio de crowdfunding.

Para terminar o dia, às 19h30, uma conversa com dois brasucas: Julio Silveira, da Imã Editorial, e Eduardo Melo, da Simplíssimo. O primeiro, um editor pernambuco-carioca, vai abordar as oportunidades e ameaças que a revolução digital traz para autores e editores. Já o gaúcho Eduardo vai apresentar sua bem-humorada visão do editor brasileiro em meio ao tiroteio digital do mercado.

Julio Silveira

Julio Silveira, editor da Imã, abordará os efeitos digitais nas relações entre autores e editores

A idéia desta mesa, intitulada “A revolução digital no Brasil: perspectivas tropicais” é discutir como e em que velocidade as mudanças digitais vão ocorrer no Brasil. Julio possui grande experiência editorial e Eduardo é proprietário da maior empresa de produção de eBooks no Brasil. Além disso, são dois grandes amigos, e a ideia e fazermos um bate-papo informal entre nós.

Honestamente, esta programação é digna de eventos como o Tools of Change e o Digital Book World, com uma grande vantagem: é de graça. Basta chegar mais cedo e pegar a senha.

Resumindo o programa do dia 10 de agosto será o seguinte:

11:00 – A Revolução Digital: Como aproveitar suas vantagens e evitar seus riscos, com Andrew Lowindger

Eduardo Melo

O sócio da Simplissimo, Eduardo Melo, trará sua experiência como o maior produtor de e-books do mercado brasileiro

13:30 – A Amazon e o novo normal: possibilidades digitais do Kindle, com Russ Grandinetti

15:00 – A Saraiva e as soluções digitais para o mercado brasileiro, com Marcílio Pousada

16:30 – OpenEdition: uma solução Freemium para a publicação acadêmica de ciências humanas, com Marie Pellen

18:00 – A revolução digital e os novos modelos de negócio, com Jesse Potash

19:30 – A revolução digital no Brasil: perspectivas tropicais, com Eduardo Melo e Julio Silveira

Ajudem na divulgação e convidem colegas e amigos para discutir o futuro digital do livro. Vejo vocês na Bienal!

A programação completa do dia 10/8 pode ser baixada em PDF aqui.

Saraiva

Às 15h, o CEO da Livraria Saraiva, Marcílio Pousada, falará sobre a experiência com livros digitais da maior rede de livrarias do Brasil

O 3o Congresso do Livro Digital no Brasil

Acontece esta semana nos dias 10 e 11, em São Paulo – Centro Fecomercio de Eventos (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista) – o 3o. Congresso Internacional CBL do Livro Digital. Em sua terceira edição o congresso pretende tratar da “Nova cadeia produtiva” do livro. Ao que me parece, uma escolha acertada. Os temas das palestras, mesas e debates vão desde uma “Perspectiva para o livro: hoje e amanhã”, passando pelo “Autor: peça chave para um mundo de leitores”, direitos autorais, metadados, inovações… até falar das “novas” bibliotecas – em tempos de bits e bites – e dos leitores; afinal, sem eles não tem sentido escrever, certo?

A programação do 3o. Congresso reuniu um bom grupo de palestrantes internacionais. Young Chi, presidente da International Publishers Association (IPA) fará a palestra de abertura do evento. A IPA é reconhecida mundialmente por seu trabalho na defesa da liberdade de expressão e dos direitos autorais. Em seguida, o historiador Roger Chartier analisa o papel do autor, com destaque para as mudanças por que passa o mundo editorial atualmente. Jens Bammel, secretário geral da IPA que já esteve no Brasil discutindo inclusive a nova lei de direitos autorais, participa de duas mesas: uma com Lynetter Owen (Pearson Education) sobre direitos autorais, e outra com Regina Scarpa (Coordenadora da Fundação Victor Civita), falando sobre o livro digital na sala de aula. A tropa estrangeira ainda conta com a presença pela primeira vez no Brasil de Jonathan Nowell, presidente da Nielsen Book, Ronald Schild – diretor da Libreka -, Paul Petani – Diretor da Ingram Content Group -, Kelly Gallagher – Vice-Presidente da RR Bowker, dentre outros. Os gigantes mundiais também marcam presença. Pedro Huerta, diretor de conteúdo do Kindle para a América Latina, e Newton Neto, executivo do Google, estarão presentes – em mesas separadas – falando de estratégias e perspectivas de mercado.

Mas nem só de internacionais famosos vive o Congresso. A tropa nacional também estará bem representada no evento. A mesa que discute o uso de aplicativos é formada só de brasileiros, o que poderá trazer aos congressistas uma visão realista das ferramentas e seus usos. Eduardo Melo, da Simplíssimo, vai conversar sobre a diversidade de mídias na era do e-book. O corintiano publicitário-escritor Washington Olivetto vai falar sobre a força das mídias sociais na divulgação do livro – tema recorrente mas que me parece ainda ter muito a ser explorado. Completam o time Sueli Ferreira – diretora técnica do sistema integrado de bibliotecas da USP -, que vai conversar com Claire Nguyen – diretora da Biblioteca Interuniversitária de Santé, Paris – sobre as bibliotecas digitais, e Emerson Walter dos Santos – diretor da Associação Brasileira de Livros Escolares – que vai coordenar o debate sobre o livro digital na sala de aula.

Parece um congresso bastante abrangente, que promete trazer uma visão completa e inovadora do mundo do livro digital, que não só é uma realidade nos EUA – onde mais se fala no assunto e onde o mercado está mais amadurecido – como também no Brasil, na Europa e em muitas partes do mundo. Ainda dá tempo de se inscrever.

Categorias:Congressos
%d blogueiros gostam disto: