Início > Feiras, Frankfurt > O dia anterior

O dia anterior

É 5 de outubro, terça-feira. À noite acontece a abertura oficial da Feira de Frankfurt, mas antes, das 8h30 às 17h, rola o TOC – Tools of Change – Frankfurt. Um grande encontro de palestrantes, “palpitantes” e “ouvidores” do mundo digital do livro. Muita coisa interessante – e muitas já batidas para os mais experientes – foram ditas e apresentadas. Leia a matéria Google e Kobo mostram as garras onde o Carlo conta sobre este “dia digital” por aqui.

Mas o meu dia não começou lá muito bem. Uma despencada de pressão, unida a um estômago meio revoltado, me fizeram tomar o rumo de volta ao hotel antes mesmo do final das palestras da manhã no TOC Frankfurt. Felizmente foi temporário, e no meio da tarde já estava de volta “à lida”, como dizia a Dona Floriza, minha querida avó.

Mais alguns minutos de TOC, alguns encontros com brasileiros, que invadiram em bando a conferência, demonstrando – pelo menos pra mim – que estão ligados no mundo digital e que sabem que não podem deixar “o bonde passar”.

Mas chegou a hora da abertura oficial da Feira de Frankfurt 2010. Saí correndo, atravessei a rua e topei com um policial alemão dos menores que tem por aqui – só uns 2 metros de altura. “Opa, tem que dar a volta.” (claro que já está traduzida a fala dele!)

Achei meio estranho, mas apertei o passo e contornei a área. Cheguei, alguns minutos atrasado, mas consegui entrar no belo auditório onde a cerimônia já havia começado. Aquela mesma lista de parlatório de todo evento de um porte como a FBF. Mas entendi a presença da Polizei de 2 metros pra cima à entrada do local: a Sra. Kirchner, presidente da Argentina, se fazia presente, junto com ministros e autoridades portenhas estavam presentes para a abertura desta Feira que tem a Argentina como país convidado. Valeu mesmo a palavra da escritora argentina Griselda Gambaro. Um belo discurso pela independência e pelo poder da literatura na transformação da sociedade e na luta pelos direitos do cidadão. E é uma senhorinha muito simpática!

À direita, Griselda. Acompanhada por Elsa Osterheld.

A melhor parte do dia foi o final da abertura oficial. Houve um coquetel, onde só tomei um copo de Coca-Cola!, que foi a primeira ótima oportunidade de encontrar novas pessoas: dois casais do Egito, de editoras diferentes e com approaches totalmente diferentes também foram os primeiros que conheci. Depois o diretor de uma editora de livros de medicina e mais alguns editores alemães. Foi muito legal conhecer o Kritian, editor islandês que está à frente do projeto da Islândia como país convidade de honra da Feira em 2011. E tudo isso devo ao meu grande amigo (em todos os sentidos) Jens Bemmel, secretário executivo da IPA (International Publishers Association). Valeu, Jens!

E terminei o dia jantando com o Carlo no Leib & Seele – onde quase não cheguei porque deixei o mapa em cima da cama… mas ainda bem que deu certo: e comida era ótima e a cerveja também! (que dúvida!)

Bem, o dia hoje não foi lá muito empolgante, mas amanhã “o bicho pega”. Às 9h da madrugada (porque no Brasil serão 4h!) estarei participando de uma apresentação do mercado editorial brasileiro para editores estrangeiros. A minha parte? Falar sobre o mercado digital… Depois eu conto como foi.

Fiquem ligados aqui no blog, na nossa newsletter e acompanhe também a gente no Twitter (@publishnews).

Fui!

Anúncios
Categorias:Feiras, Frankfurt
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: